Depois Daquela Ponte – Capítulo 2

Aquela era uma noite especialmente boa para se observar o céu. Não havia nenhuma nuvem para bloquear a visão, e a umidade do ar não estava baixa, o que favorecia para que a poluição não se tornasse um dificultador no ato de se admirar as belezas do cosmos.

Continue lendo “Depois Daquela Ponte – Capítulo 2”

Depois Daquela Ponte – Capítulo 1

photomania-4eabbba8d9ddf8242e97ba8f01fa4528

Pequenos estalos ainda emanavam da lâmpada da sala.

Minúsculos raios também podiam ser avistados circundando a luminária que estava acesa, mesmo estando claro lá fora, embora o sol não tivesse aparecido naquela fria tarde de julho. Entre a fina garoa, que insistia em cair desde os últimos dias, soprava forte um vento cortante, balançando as araucárias ao longe, bem como o grande ipê-da-serra ao lado casa fazendo roçar seus galhos sob o telhado. Esse mesmo vento também fazia debater a ventarola das janelas da velha casa, permitindo que adentrasse por entre os cômodos aquela fria sensação de inverno.

Continue lendo “Depois Daquela Ponte – Capítulo 1”